pizap.com14258204676143

A História me fascina e viajar por lugares misteriosos e que requeiram um pouco de aventura me atraem. A Rota Maia tem tudo isso e muito mais. Eis os ingredientes que precisava para embarcar em uma nova aventura.

Viajar para conhecer o que restou de uma civilização que se espalhou e floresceu por uma vasta região, ao longo de montanhas, florestas fechadas, lagos e praias, legando-nos estelas, cidades e pirâmides de pedras, ocupava um lugar de destaque na minha lista de desejos há um bom tempo.

Mas o que vem a ser a Rota Maia?

Compreende estradas ou caminhos que nos levam a regiões que hoje pertencem ao México, Belize, Guatemala, Honduras e El Salvador, mas que em um passado distante formaram centenas de cidades construídas pelo povo maia. Portanto compreende um conjunto de destinos arqueológicos e históricos encontrados em uma vasta área da Mesoamérica que foi habitada pelos antigos maias por quase 3 mil anos e que alcançou seu apogeu no Período Clássico, entre 300 e 900 d. C.

MAPA_MESOAMERICA_OK

Os Maias, quem foram?

Embora existam várias hipóteses, umas até mirabolantes, sobre a origem desse povo, o fato é que há mais de dois mil anos a civilização Maia começou a deixar indícios de sua presença em regiões que hoje pertencem à Guatemala.

De nômades, em algum momento da história, passaram a ser sedentários. Organizaram centros urbanos ao longo do primeiro milênio de nossa era, expandiram-se do sul do México até Honduras e El Salvador. Estudiosos da astronomia e matemática, estabeleceram dois calendários e criaram uma escrita. Enfim, tornaram-se uma civilização bastante complexa, mas que já se encontrava esfacelada quando os colonizadores desembarcaram na América.

Os motivos do seu desaparecimento são ainda obscuros. Falta de uma base econômica estável, exaustão dos recursos naturais, ondas sucessivas de invasões de outros povos, guerras civis ou catástrofes ambientais podem ter contribuído para o colapso dessa civilização. Desapareceu a Maia, grande civilização, mas o povo maia não teve um fim, pois até hoje seus descendentes vivem pela América Central, principalmente no território guatemalteco.

maias

Quer saber um pouco mais sobre a história desse povo? veja aqui e aqui. E sobre como planejei (aqui) e fiz esta viagem (aqui).