Quem lê, viaja, mesmo sem sair do lugar. Dessa forma eu vou para qualquer parte do mundo! Atravesso mares, rios, florestas e desertos na companhia dos ilustres escritores!

 

Muitos livros de viagem têm valor literário, possuem coerência e estética no relato das experiências vividas pelo autor que visita um ou vários lugares. Já os Diários de Bordo se limitam a elencar as datas e os fatos que vão se sucedendo durante uma viagem, geralmente sem muita preocupação do ponto de vista literário. Os dois casos, na sua maioria, baseiam-se em relatos de viagens reais, porém existem as obras de ficção, onde o autor faz uma viagem imaginária, que não deixa de ser inspiradora.

F1

Mas há os livros que, apesar de não serem relatos de viagens,  nos levam a viajar por lugares e culturas diferentes que são descritas em suas suas linhas. Neste caso também podem ou não ser obras de ficção. Alguns até foram adaptados para o cinema.

F2

 

De todas essas categorias de livros sou leitora, afinal muitas das viagens só vou poder realizar dentro deles, quando estiver viajando em sua leitura. Apesar de que outras podem vir a se concretizar por causa deles. Mas a maioria passa a ser meu objeto de leitura após ter escolhido um destino, ajudando-me a conectar melhor com o local.

F3

Livros de História, livros sobre Arte específica ou geral, além de biografias são fundamentais, não só para a nossa formação, mas também por serem um conteúdo muito valioso para termos conhecimentos sobre o ambiente, os hábitos, a cultura e a história de lugares que pretendemos conhecer.

F4

Na minha “Biblioteca Viajante” uma outra categoria de livros que não pode faltar é o Guia de Viagem, fundamental para nos ajudar na elaboração de roteiros e no planejamento das nossas aventuras. Alguns deles, além das dicas dos lugares, trazem algumas informações históricas e culturais. Muito úteis são os Atlas e os mapas, como também livros especializados em dicas.

F5

Além dos livros e guias, há inúmeras revistas nacionais e estrangeiras, algumas de ótimo conteúdo, outras nem tanto, mas que podem contribuir durante um planejamento de viagem ou até mesmo como estímulo para se lançar numa próxima aventura.

Esse espaço será reservado ao registro das obras que li. A maioria faz parte de minha “Biblioteca Viajante”, mas podem servir de inspiração para se ganhar o mundo.